Para saber melhor sobre como realizar uma importação de NF-e com arquivo .xml, basta visualizar o vídeo ou ler esse artigo!

A utilização de nota fiscal eletrônica, ou conhecida também como arquivo XML, garante um padrão nacional de escrituração fiscal, e também traz mais segurança e eficiência na fiscalização realizada pela Receita Federal. Sabendo da importância deste documento, buscamos facilitar o registro de contas através da importação de XML para o Aegro.

Primeiro você tem que ir na aba "Contas" e em seguida tem duas formas de importar o arquivo do seu computador para o Aegro:

  • Usando o botão "Importação de arquivo XML de NF-e" localizado à direta da tela da aba "Contas". Para ele aparecer é só passar o cursor do mouse em cima do botão azul "Nova Conta", aparecerá logo acima. Selecione o arquivo do seu computador, e clique em "abrir":
  • Ou simplesmente arrastando o arquivo do seu computador para a tela de "Contas" do Aegro. 

Selecionado o arquivo por uma dessas duas formas, o arquivo será importado.

É importante lembrar que o único tipo de arquivo aceito pelo sistema é o XML processado pela receita federal, que é o que normalmente se recebe do fornecedor. 

OBS1: Pode ser gerado alertas de erros, para saber melhor sobre esses alertas é só clicar aqui, porque explicamos todos os possíveis erros e as soluções.

Após carregamento do arquivo XML, é necessário que seja feita a conciliação dos dados. 

  • Fornecedo

A conciliação com fornecedores é feita pelo CNPJ. 

Caso o CNPJ da nota não for encontrado entre os fornecedores do usuário, o sistema vai sugerir um nome mais parecido que ele encontrar na lista,  vai mostrar o texto verde “⚡Sugestão Aegro” logo abaixo do campo e habilitar o botão de atualizar informações.

Se estiver correto, é necessário que clique no botão "Atualizar" (próximo do nome do fornecedor), que os dados serão carregados automaticamente.

OBS2: É importante ressaltar que caso seja feita alguma alteração nos dados do fornecedor, é necessário clicar em "Atualizar" pois não é possível diferentes dados referentes ao mesmo CNPJ, ou seja, os dados antigos serão apagados do sistema.

Agora, se o CNPJ da nota for encontrado entre os fornecedores do usuário, o sistema já vai trazer o seu nome e vai desativar o botão de “Atualizar informações”. Neste caso, se o usuário alterar o fornecedor, o botão de atualização será ativado, os dados serão atualizados nesse novo fornecedor selecionado e APAGADOS do fornecedor sugerido pelo sistema (que tinha o CNPJ igual ao da nota). Isso acontece porque não é possível haver um CNPJ cadastrado em mais de um fornecedor.

Itens

A conciliação de itens é feita pela nome, ou seja, o sistema vai buscar o item do catálogo que tem o nome mais parecido com o item da nota.

Se a unidade sugerida no catálogo for diferente da nota fiscal, o botão de "status" do item vai ficar cinza e com uma flecha e será necessário que seja adicionado manualmente a quantidade total na unidade do item registrado no Aegro para ficar coerente com a nota fiscal.

E se não houver nenhum item sugerido no catalogo, é possível alterar, criar um novo nessa mesma tela (caso não exista) ou removê-lo (clicando no X no final da linha). E ficará da seguinte forma:

Feito tudo isso, clique em "Avançar".

A próxima aba é familiar a tela de "Nova despesa" onde deverão ser adicionados dados como a conta bancária, categoria, fornecedor, e outros. Sendo possível "Consultar NFe" que redireciona para o site do ministério da fazenda e permite a consulta de mais informações sobre essa nota.

Lembrando que os dados que serão computados pelo Aegro são valores totais de cada item, ou seja, já acrescido de desconto ou acréscimos (como frete, por exemplo).

_________________________________________________________________

Caso continue com alguma dúvida é só entrar em contato com o suporte da Aegro. Teremos o maior prazer de esclarecer as suas dúvidas.

Encontrou sua resposta?